Atendimento: Segunda à Sexta, das 07h as 17h e Sábado das 07h as 12h - Entrega de Resultados em Domicílio - Consulte Taxas
Hipertireoidismo na mulher: entenda riscos e o que fazer

Hipertireoidismo na mulher: entenda riscos e o que fazer

Uma doença que pode ser silenciosa quando leve, atingindo principalmente mulheres entre 20 e 40 anos, o hipertireoidismo é problema grave que pode despertar diversas outras complicações no funcionamento do corpo da mulher.

O hipertireoidismo é uma doença que necessita de um acompanhamento médico atencioso, pois seus efeitos podem acabar desdobrando em novas problemáticas para o organismo. O cuidado deve ser redobrado no caso de mulheres, pois são elas que estatisticamente correm mais risco de desenvolver o mal.

O que é o hipertireoidismo

A doença ocorre quando, por alguma condição, a glândula da tireoide, localizada abaixo da laringe, começa a produzir hormônios em excesso.

Os hormônios produzidos pela tireoide, em condições normais, são responsáveis pela regulação do metabolismo. Seu funcionamento é controlado pela hipófise, uma região específica do cérebro.

Quais são as complicações da doença

A doença pode ser controlada com o auxílio de tratamento e, por vezes, aplicação de cirurgia. Se não tratada, pode acabar despertando diversas problemáticas no corpo da mulher.

As complicações mais preocupantes são ligados ao bom funcionamento do coração e perda da fertilidade. No primeiro caso, o órgão pode apresentar insuficiência e falhas quanto aos seus batimentos.

Também podem existir problemas estéticos derivados do hipertireoidismo: queda de cabelo, perda de peso e inchaço na região do pescoço, onde a glândula é localizada.

O que pode causar hipertireoidismo

Existem riscos agregados para aqueles que possuem um histórico familiar com a doença. A causa mais frequente nos pacientes se dá pela Doença de Graves, mal crônico que faz com que o sistema imunológico ataque a glândula da tireoide, provocando a produção hormonal em excesso.

Não é apenas de maneira crônica que a doença pode surgir: existem casos menos frequentes de aparecimento de hipertireoidismo por conta de vírus, inflamações e tumores.

Tratamento para o hipertireoidismo

A forma como o profissional de saúde irá indicar o tratamento depende de diversos fatores do paciente, como o estado dos sintomas, a idade e a causa do mal.

Em geral, os tratamentos mais indicados por médicos se baseiam em medicamentos (controlando a quantidade de hormônio produzido pela glândula), iodo radioativo, cirurgia de remoção da tireoide e beta-bloqueadores.

Sintomas de hipertiroidismo

Perda de peso
Fadiga
Perda de cabelo
Tremedeira nas mãos
Fraqueza
Batimentos cardíacos desregulados e acelerados
Ansiedade
Sensação de calor constante
Desconforto na região ocular

Nenhuma das informações deste artigo dispensa a consulta médica. Visite um profissional endocrinologista para entender melhor sobre a doença.

Técnico Médico Responsável: Dr. João José Costa – CRM – SP: 60993

Deixe uma resposta

Fechar Menu